Norte Pioneiro




Associação de bem-estar apreende animal que sofria maus tratos

Em Cornélio Procópio, na tarde desta segunda-feira (05), voluntários da Associação de Proteção e Bem-estar Animal Ângelo Picone e o 18º Batalhão da Polícia Militar apreenderam um cão que vinha sofrendo atos de maus tratos na Vila Santa Terezinha. Após várias tentativas de amenizar o sofrimento, a apreensão foi inevitável para reduzir o risco de morte do animal. Segundo as denúncias, o animal vinha sofrendo fome e sede.

O animal foi encaminhado para o CERCEG - Centro de Recuperação de Cães e Gatos, uma instituição pública da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, onde será submetido a exames e tratamentos.

Os médicos veterinários do CERCEG e da Associação julgaram que o estado do animal era de extrema desnutrição e debilidade, o que comprova os atos de maus tratos. 

Os responsáveis pelo animal foram citados no Termo Circunstanciado de Infração Penal no 18º Batalhão da Polícia Militar e deverão responder por crime contra o meio ambiente, conforme prevê a legislação em vigor.

A Associação não tem o atendimento às denúncias como principal ação da entidade, mas em situações de maus tratos, de sofrimento, de riscos à saúde animal e à saúde pública, a entidade busca apoio de outras instituições.

Envie seu(s) comentário(s)